"Ora, a leveza não é a simplificação, nem o reducionismo, mas o bom voo que nos permite ver mais longe." Ítalo Calvino

domingo, 31 de janeiro de 2010

Momento musical: Maria Rita

Há quem diga que ela não se iguala à mãe. Há quem diga que o seu sucesso se deve a ser filha de quem é. Discordo de ambos os pensamentos. Não menosprezando a eterna Elis Regina (não sou nem doida, né?), mas, sinceramente, sou muuuito mais Maria Rita. Talvez pelas músicas, não sei. Mas prefiro. E sobre quem fala que ela apenas herdou a fama, pensem bem. MR demorou a entrar no mercado da música, se preparando, porque ela sabia que o tiro tinha que ser certeiro, não haveria segunda chance. Foi lá e deixou o Brasil inteiro cantando os sucessos "Cara Valente", e "A Festa". Se fosse apenas euforia coletiva, o CD/DVD "Samba Meu" (que dá nome a este humilde blog), lançado 4 anos depois do disco de estreia, não teria hoje um disco de platina.

Hoje, domingueira, na casa da vovó, resolvi assistir (novamente) um dos meus DVDs preferidos, o SM, após ter o ouvido insistentemente no ipod e no CD. E não é que eu me arrepio toda vez? A intensidade e o ótimo gosto das músicas fazem a combinação perfeita. Não tem um minuto que nao seja fantástico. E é claro, a mulher que canta é um espetáculo, rs. As roupas dela são também maravilhosas!! É tudo perfeito. Um verdadeiro show.

Por deixar minha vida mais doce e musical, que eu dedico a essa deeva (rs) esse post! E deixo também minha reclamação! MR em BH, já!

Nenhum comentário:

Postar um comentário