"Ora, a leveza não é a simplificação, nem o reducionismo, mas o bom voo que nos permite ver mais longe." Ítalo Calvino

quinta-feira, 25 de março de 2010

Momento poético

Uma poesia escrita hoje, 25 de março, sob a pressão de sentimentos urgentes, durante uma aula bem chata!
Dedicada a alguém :´)
OBS.: Como é a primeira poesia que posto aqui, vou deixar bem claro que sou completa e totalmente amadora. Ou seja, nada de críticas do tipo: falta métrica, sobram rimas, falta conteúdo ou sobram erros. Grata :)


There it goes:





POEMA DA AMADA

Sem apelo que se faça
sem custódia nem perdão
Não me sobra a carcaça
se dilaceras meu coração

Nos meus planos não estava
adorar-te até a alma
Liberdade eu cantava
antes do fim da minha calma


Me pôs fora do caminho
mas não me trouxe a paz
Se não tenho teu carinho
só a dor o amor traz


Se estás feliz, porém
que queixas posso ter?
Fico assim feliz também
Porque és meu bem querer

2 comentários: