"Ora, a leveza não é a simplificação, nem o reducionismo, mas o bom voo que nos permite ver mais longe." Ítalo Calvino

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Meu lado mulherzinha... ou homenzinho!

Agora há pouco me veio uma daquelas súbitas e inadiáveis vontades de escrever. Como estou muitíssimo sensibilizada e nervosa (TPM, sim), não pensei duas vezes antes de decidir sobre o que trataria: o universo feminino!
Não pretendo falar sobre tudo o que esse tema merece, mas vou dar uma discorrida geral sobre o que mais me orgulha e incomoda nesse meio em que, arbitrariamente, vivemos. E não pouparei vocabulário baixo e palavrões... esse é o meu momento de libertação! Por isso, que venham os tópicos:

1) Sobre TPM, menstruação e tudo aquilo:
SIM, TPM EXISTE! E não pensem vocês, homens, que é firula feminina não! A gente sofre psico e fisiologicamente com isso. Não são só cólicas e incômodos, é depressão, são instintos e ganas de matar, são momentos de solidão, e muita, muita, muuuita carência. É a pior semana do mês, sem pestanejar. Seguida dela, vem a segunda pior semana do mês: a menstruação. Entre o primeiro e sangrento dia, e o último e derradeiro gotejo de horror, vivemos, em média, de 5 a 7 dias de pesadelo. Temos que frequentar o banheiro diversas vezes, gastar os tubos em absorventes, que ficam mais finos e mais caros a cada dia... é um horror. Daí vem a semana de 'paz', mas dela tratarei depois. E por fim, chega a semana TP(TPM), que é a semana de tensão pré-TPM. Já sabendo que lá vem uma semaninha de merda, e tendo ovulado nesse período, não há cristã que fique 100%. Pronto, o mês acabou. Aí virão aqueles que, com muita podridão, dirão: "mas vocês tem 1 semana de descanso por mês". POOOOORRA, como ter uma semana de suposta paz sabendo que depois dela você terá que encarar mais 3 de devassidão hormonal? De estar de mal com o mundo e com, SOBRETUDO, os homens? Ah, vá à merda quem inventou esse raio de menstruar. Por que diabos não poderíamos ter um botão para determinar quando engravidar? Além de tudo, evitariam-se outros problemas. "Mas e a pílula anti-concepcional?". NÃO!!! A menos que uma mulher tome "seguidinho", ou seja, cartelas emendadas, ela ficará menstruada SIM. Os sintomas serão, teoricamente, menores. Mas no fim das contas é ruim pra caralho do mesmo jeito! E não, não tome pílula seguidinho por muito tempo, você vai inflar e ficar insuportável com os hormônios bagunçados.
Caberia agora falar sobre gravidez e dor do parto, mas assim que eu tiver essa experiência, eu adiciono aqui. (Espero que não seja tão em breve! rs)

2) Sobre o novo conceito de feminismo:
Há um tempão mulheres muito loucas e revolucionárias queimaram um sutiã em praça pública e decretaram igualdade entre os sexos. AHAM, mas cadê? Até hoje eu não achei. Ok, não pretendo que haja igualdade entre os sexos de fato, mesmo porque acho muitíssimo mais interessante o mundo feminino. Mas sim, quero igualdade de direitos para os sexos. E isso não se restringe a leis e tudo mais. Quero na prática, no cotidiano. Quero poder beber cerveja pra caramba e falar palavrão sem receber olhares tortos. Quero poder desejar antes de amar, quero poder amar quem eu quiser! Quero poder me achar porque dirijo muito bem! Quero poder sair e voltar pra casa com quem eu quiser, sem ter que dar satisfações, como faz meu irmão, bem mais novo que eu. Quero poder acordar de mau-humor e não ser chamada de complexada, falsa, esquisita, ou sei lá o quê. Sim, invejo bastante a simplicidade com que os homens vêem uns aos outros.
Meu feminismo não é aquele que deseja que mulheres trabalhem fora ou estejam na política. Isso já foi conquistado. Quero mesmo é poder falar CARALHO sem despertar o horror dos puritanos que me rodeiam.

3)Sobre corpo e moda:
Tá, tá certo, todo mundo tem que malhar e ser gostosão. Homens então, adoram uma academia. Mas convenhamos, a intolerância toda recai sobre as mulheres. Que mulher nunca achou uma gracinha aquele gordinho, ou aquele magricela? E aquela barriguinha de chopp, que fofo! O contrário? Fora de cogitação. Eu não me rendo, não deixo de comer o que gosto e muito menos passo na porta de uma academia. Então, tô nem aí, já disse? haha
E moda? Bem, admito que comprar bolsas e sapatos é uma delícia... passar horas me arrumando pra ir pra uma festa é um ritual! Mas, e o dia-a-dia? Meu sonho era poder colocar a primeira calça jeans que encontrasse, com qualquer camiseta e um tênis batido e estar linda!

4) Sobre coisas avulsas:
Mulher é pior dirigindo? Mulher não pode saber tocar violão? Mulher não gosta de rock? Mulher não pode ficar bêbada, e muito menos falar palavrão? Mulher não pode sair na rua sozinha e nem pegar táxi? Mulher tem que prezar pelo bem estar do maridinho e saber cozinhar? Tudo o que tenho a dizer é: HAHAHA, idiotas! (E digo isso sobretudo às mulheres machistas, que são, de longe, mais irritantes que os homens todos!)

5) Sobre banheiro feminino:
Odeio ir ao banheiro fora de casa! As mulheres sabem o que é ter que fazer xixi se equilibrando (e torneando as pernas), segurando a bolsa de 5 kg, segurando a porta pra ninguém entrar e ainda fofocando com alguma chata da cabine ao lado. Por isso vamos, sempre que possível, acompanhadas ao banheiro.


- Entendem agora, homens, porque nós, mulheres, quase sempre pertencemos ao Clube da Luluzinha? Entendem porque vamos juntas ao banheiro? Entendem porque sempre carregamos absorvente na bolsa mesmo fora da data? (Para emprestá-los, obviamente?)
- Entendem porque as mulheres se admiram tanto, a ponto de se desejarem? Há que lembrar que a doçura e a compreensão que se encontram numa amiga não há em nenhum amigo, a menos que ele seja bastante, muitíssimo gay (ou melhor, se ache uma mulher!)
- Sou triste de ser mulher? Jamais! Que chato seria ser homem e ter a vida toda padronizada, igualzinha à do cara ao lado.



VIVA MEU LADO MULHERZINHA!
MORRA MEU LADO MULHERZINHA!
Invejem-nos, homens!

Nenhum comentário:

Postar um comentário