"Ora, a leveza não é a simplificação, nem o reducionismo, mas o bom voo que nos permite ver mais longe." Ítalo Calvino

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Poesia da alma

Minha, da madrugada de 16 de novembro de 2010.


A DESCOBERTA DO CAOS

Essencialmente delicada
ante a capa de dor
Mais que simples morada
seu corpo era escudo ao terror

Da enxurrada à tempestade
cada gota que se pôs na alma
pediu imensa, infinda calma
de não sucumbir ao mal que invade

Que se fora proteção divina
o que dela cuidaria
evitando um filme à retina
Em precaução, à romaria

Mas se bem observara
todo o mal de dentro vinha
e não há volta na linha:
de escura, não volta a ser clara

Ela era o mal que temia
o que evitava a todo momento
ela era o seu próprio tormento